Tchau, Netflix! Disney vai lançar seu próprio Streaming!

E o consumidor pode sair ganhando nessa!

0
192

Por essa ninguém esperava! A Disney acaba de fazer um acordo para adquirir uma participação majoritária na BAMTech, um serviço de streaming de vídeo fundado pela Major League Baseball. A intenção é lançar seu próprio serviço de transmissão ESPN em 2018 e um serviço geral da Disney em 2019. O acordo aumentará a participação da Disney na BAMTech para a maioria de 42%. O conglomerado multimídia já possui 33% do serviço de transmissão.

O acordo que fez a Netflix tremer.
O acordo que fez a Netflix tremer.

Como não poderá deixar de ser, essa ação da Disney fará com que o atual acordo de transmissão com a Netflix caia por terra em 2019. Robert A. Iger, presidente e diretor executivo da The Walt Disney Company, informou em um comunicado: “O cenário da mídia está cada vez mais definido pelas relações diretas entre criadores de conteúdo e consumidores, e o nosso controle completo da tecnologia inovadora da BAMTech nos dará o poder de forjar essas conexões, juntamente com a flexibilidade para nos adaptarmos rapidamente às mudanças no mercado. Essa aquisição e o lançamento de nossos serviços diretos para o consumidor marcam uma estratégia de crescimento totalmente nova para a empresa, que aproveita a incrível oportunidade que a tecnologia em desenvolvimento nos proporciona para aproveitar a força de nossas ótimas marcas”.

Netflix se lascou? Como assim, Bial?
Netflix se lascou?! Como assim, Bial?!?!

Michael Paull, diretor executivo da BAMTech, acrescentou: “Este é um momento de reconhecimento emocionante de nossa equipe, suas realizações e a plataforma centrada no cliente que foi construída. No entanto, nós apenas arranhamos a superfície do que pode ser realizado em um futuro em que combinamos o IP de classe mundial da Disney e da ESPN e nosso próprio sistema, direto para o consumidor”.

Parem as máquinas! Publiquem isso agora! Cadê o Parker?
Parem as máquinas! Publiquem isso agora! Cadê o Parker?

O serviço de transmissão Disney será de hospedagem exclusiva nos Estados Unidos para os filmes da Disney, começando em 2019, e já incluirá Toy Story 4, Frozen 2 e o Rei Leão em live action. O serviço também contará com conteúdo original e proprietário, desenvolvido especificamente para transmissão.

Toy Story 4 é um dos filmes que já estará disponível pelo novo canal de Streaming da Disney. Bye, Netflix!
Toy Story 4 é um dos filmes que já estará disponível pelo novo canal de streaming da Disney. Bye, Netflix!

A Disney é a mais recente corporação multimídia a planejar um serviço de transmissão próprio, mas não é a primeira. Em abril, a Warner Bros. anunciou planos para um serviço digital da marca DC para iniciar em 2018, com a animação Young Justice: Outsiders e o live action dos Titans. Mas a pergunta que muitos estão fazendo mesmo é: como vão ficar as séries da Netflix produzidas em conjunto com a Marvel e que levam o “Netflix Original Series”? E as séries da ABC, também serão de alguma forma afetadas?

Qual o futuro das séries Marvel Netflix? O tempo dirá.
Qual o futuro das séries Marvel Netflix? Só o tempo dirá…

Na verdade, isso pode ser bom tanto pra Netflix quanto para o consumidor, pois forçará o serviço de streaming a produzir material para preencher as lacunas deixadas pelos produtos Disney e até mesmo trazer de volta ou agregar material antes ignorado ou rejeitado. O que vocês acham?

Deixe uma resposta