Disney enfrenta processo por roubo de tecnologia

A acusação vem sobre dois medalhões da empresa: Guardiões da Galáxia e Vingadores

0
186

A Disney está enfrentando um processo judicial por roubo de tecnologia. Para ser mais exato, pelo  uso de efeitos especiais em seus filmes sem o devido repasse ao dono da patente.

A denúncia de violação dos direitos autorais vem da empresa Rearden LLC, que fica no Vale do Silício, Califórnia. Dona da tecnologia do Sistema de Captura de Movimento Facial MOVA Contour (MOVA® Contour® Facial Capture System), a empresa declara que teve seu sistema roubado e que a Disney, sabendo disso, contratou os ladrões para usar a tecnologia em seus filmes.

Em toda a indústria ouve-se os elogios do uso da tecnologia Mova sobre o aclamado sucesso de bilheteria de ‘A Bela e a Fera; em nenhum lugar é mencionado que a tecnologia patenteada e protegida por direito autoral MOVA Contour havia sido roubada de seu inventor e criador, a Rearden LLC, e de seu proprietário, Rearden Mova LLC”.

O processo continua:

Em nenhum lugar é mencionado que, embora a Disney tivesse previamente contratado a Rearden LLC e suas entidades afiliadas em quatro grandes produções cinematográficas para usar o MOVA Contour e soubesse de uma carta escrita pela Rearden para um dos ladrões exigindo retorno imediato do sistema MOVA Contour roubado, a Disney, não obstante, contratou os ladrões para usar o sistema MOVA Contour roubado“.

O texto do processo ainda diz que a Disney utilizou tecnologias derivadas da sua, reproduziu e distribuiu o material roubado em pelo menos três de suas produções: Guardiões da Galáxia, Vingadores: Era de Ultron e, como citado acima, em A Bela e a Fera, o que vai contra a lei do direito autoral americana.

MOVA Contour utilizado no filme A Bela e a Fera
MOVA Contour utilizado no filme A Bela e a Fera

Agora vem a parte séria. O processo busca reparações de danos por violação de direito autoral, quebra de patente e infração de uso de nome de marca. Adicionado a isso, o demandante do processo exige a proibição imediata da reprodução, apresentação e exibição das obras citadas em qualquer tipo de mídia sem a autorização dos pleiteadores.

Vingadores - Era de Ultron faturou mais de 1.4 mi ao redor do mundo
Vingadores – Era de Ultron faturou mais de 1.4 mi ao redor do mundo

Se o processo for verificado como verídico para a Rearden LLC, lança-se a pergunta sobre o futuro do próximo filme dos Vingadores: Guerra Infinita, pelo processo de captação do personagem Thanos, vivido por Josh Brolin. No cast das empresas contratadas na produção, nenhuma pertence ao grupo da Rearden LLC.

Agora um ponto interessante para acalmar nossos corações: a Rearden LLC já esteve envolvida em outros processos por direitos autorais. Desde uma premiação no ano de 2014, para ser mais exato, troca-se farpas sobre a autoria e a pertença do MOVA, o que pode ajudar a Disney frente à corte.

Vale lembrar que Vingadores: Guerra Infinita (junto com Guardiões da Galáxia – o que deve causar certo incômodo na Rearden) chega aos cinemas em 4 de maio de 2018.

Deixe uma resposta